Universidade de Coimbra cria "iTunes da saúde"

Um projecto do Instituto Pedro Nunes (IPN), da Universidade de Coimbra (UC) e da empresa HIS - E-Health Innovation Systems, Lda pretende criar uma espécie de "iTunes da Saúde. O projecto TICE.Healthy - Sistemas para a Saúde e Qualidade de Vida, orçado em 7,5 milhões de euros, reúne investigadores, duas dezenas de empresas e diversas entidades utilizadoras.

IMG 2760amO objectivo é desenvolver soluções tecnológicas inovadoras e de baixo custo, não só para os profissionais de saúde, mas também para os pacientes e para os cuidadores.


O TICE.Healthy concretiza-se através de quatro linhas de acção, sendo a plataforma We.Can a grande agregadora das tecnologias. A We.Can vai funcionar, assim, como uma espécie de "iTunes da Saúde" ou seja, como "uma plataforma que vai disponibilizar, de forma centralizada, serviços e produtos de saúde, previamente testados e validados, para pessoas que procuram cuidados informais e serviços", explica Carlos Cerqueira, do Instituto Pedro Nunes e da Universidade de Coimbra.
Em comunicado, Carlos Sequeira explica, ainda, que se trata "de um canal de informação, interacção e venda tecnologia que funciona como uma App Store", ou seja, uma loja de aplicações.

Do conjunto de produtos a colocar no mercado, destaca-se o Mind.Care, um Processo Clínico Electrónico (PCE) direccionado para as doenças mentais degenerativas e que permite, entre outras coisas, a caracterização social e familiar e a identificação dos cuidadores.

Já o AskPharma, permite fornecer aos profissionais de saúde toda a informação relevante sobre medicamentos ou princípios activos, pelo uso de um assistente virtual.

 Finalmente, o Be.Aware é um sistema de recolha automática de informação de localização de utentes, profissionais e equipamentos que, entre outras potencialidades, permite obter em tempo real informação das diversas interacções.

Os parceiros do consórcio reúnem-se no Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, nos próximos dias 18 e 19 de Fevereiro. O encontro engloba uma mostra de tecnologia.

 

link

ver artigo

 

Fonte: Sapo.pt

Data: 16-02-2011